Leilão de Motos do Governo Federal 2021 – Inscrições

Publicidade

O leilão do Governo Federal é muito conhecido pelas oportunidades de adquirir veículos em bom estado de funcionamento por um preço muito abaixo do preço de mercado. Eles são constantemente usados por revendedores, que fazem a compra de determinados veículos, legalizam e vendem por um valor mais alto. Porém, também é alvo de consumidores que pretendem aproveitar a oportunidade para conseguir o seu primeiro carro ou primeira moto por um valor mais em conta.

Como funciona o leilão de Motos do Governo Federal?

É necessário ter um certificado digital, que deve ser adquirido separadamente (existem vários sites que vendem versões para pessoas físicas e jurídicas), e um código de acesso obtido por meio do portal e-CAC da Receita Federal. É válido por dois anos e deve ser armazenado com segurança. Após ter esses dois itens, e não houver problemas pendentes em termos de receita, você pode licitar e comprar produtos que despertem seu interesse.

Publicidade

Até mesmo antes de adquirir um código de acesso ou certificado digital, você pode acessar o portal da receita Federal e consultar os leilões disponíveis. Essas atividades acontecem em diversos lugares do Brasil, e a melhor opção é a que for mais próxima de sua residência.

Uma vez elegíveis para participar do leilão, os interessados ​​participarão da primeira fase de licitação. O preço do lance do item do leilão deve ser 10% menor que o maior lance, e aqueles que atenderem a esses requisitos serão selecionados para a segunda etapa, do próprio leilão. Nesta fase, as pessoas vão licitar de forma direta e disputar diretamente entre si, e quem der a melhor oferta sem ser desafiado vai ganhar o lote.

Nos leilões do Governo Federa, apenas um lote podem conter um ou mais produtos juntos, que serão vendidos em embalagem fechada e a um preço inicial, e os interessados ​​não podem escolher quais itens desejam levar. O objetivo é evitar que determinados produtos fiquem presos por falta de interesse e vinculá-los a outros produtos que são mais buscados.

Qual o próximo leilão da Receita Federal?

Em decorrência da pandemia do Covid-19, os leilões da Receita Federal estão sendo realizados virtualmente, sendo chamados de Leilão Eletrônico, e o próximo leilão que será realizado neste mês no Rio d. Veja a seguir os detalhes deste leilão:

Publicidade
  • Terá início em 24/05/2021 às 10:00;
  • O fim das propostas será em 26/05/2021 às 21:00;
  • A classificação sairá em 27/05/2021 às 09:30;
  • A sessão para lances está prevista para 27/05/2021 às 10:00.

O leilão está sendo oferecido com diversos lotes, de vestuário, celular/acessório, informática, bolsa, calçados, entre outros. Os lances iniciais variam de R$ 900,00 a 599.000,00.

Onde é o leilão da Receita Federal?

A Receita Federal informou que 4 editais já estão disponíveis. Os locais do leilão estão nas seguintes cidades:

  • Rio de Janeiro: com 55 lotes, de 24/05/2021 às 10:00 a 26/05/2021 às 21:00;
  • Fortaleza: com 48 lotes, de 24/05/2021 às 08:00 a 01/06/2021 às 18:00;
  • Volta Redonda: com 2 lotes, de 21/05/2021 às 10:00 a 11/06/2021 às 18:00;
  • Campo Grande: com 126 lotes, de 07/06/2021 às 09:00 a 14/06/2021 às 17:00.

Como funciona o pagamento de leilão online?

Após a aquisição da mercadoria ou lote, o pregoeiro se comunicará com o vencedor do leilão, para fornecer os dados do bem arrematado, valor, dados bancários, prazo de entrega e instruções de pagamento da mercadoria vendida.

Normalmente, o pagamento é feito por meio de depósito em dinheiro ou TED. Ao efetuar uma compra, o licitante deverá enviar o recibo ao pregoeiro na forma exigida no edital para poder ser liberada a nota fiscal  dos itens do leilão.

Quanto tempo dura um leilão?

De acordo com a decisão de cada vendedor, o leilão pode ficar no ar de 3 a 30 dias para aceitar lances e visitas. O fechamento sempre tem uma determinada data, e sua duração varia de acordo com a quantidade de lotes a serem anunciados.

O término do leilão coincide com o término do primeiro lote de leilões. Outros lotes estão programados para serem fechados nos próximos minutos.

Sempre que um lance for inferior a 03 (três) minutos após o término do leilão, a contagem regressiva adiará automaticamente mais 3 minutos após o término, para que qualquer interessado tenha tempo suficiente para dar lance no novo lance. Muitas lotes podem acabar fechando depois, mas os que não possuem disputa, feche antes disso.

O que é preciso para participar de um leilão?

Os investidores que gostam de leilão tem a oportunidade de participar do leilão pessoalmente ou online. Em ambos os casos, alguns documentos devem ser apresentados. Primeiramente é necessário se cadastrar no site da empresa responsável, criar um login e senha para acesso.

O registro é universal, mas é necessário que seja atualizado: este é o primeiro passo para a qualificação dos participantes. São necessárias informações pessoais básicas. Após o envio dos documentos, o prazo para verificação da papelada é de um dia útil.

Para participar do leilão, o interessado deve preencher todos os seus dados na plataforma online selecionada. Além disso, é necessário fornecer cópias digitalizadas do RG, CPF e comprovante de endereço. veja com mais detalhes a seguir:

  • RG: um dos principais documentos exigidos para participar do leilão é o Registro Geral (RG), comumente denominado carteira de identidade. Para efetuar o cadastro, o site exige o envio de alguns documentos por e-mail. Um deles é o RG, mas a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pode substituí-lo, também conhecida como carteira de motorista;
  • CPF: outro documento exigido é o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). O CPF é solicitado em diferentes situações em um ambiente empresarial, mais frequente do que o RG;
  • Comprovante de residência: para participar do leilão, é necessário enviar também cópia do comprovante de residência. Ele deve estar atualizado, ou seja, só pode ter os últimos três meses;
  • Contrato Social: os documentos citados anteriormente são válidos para pessoas físicas e jurídicas. No entanto, para a empresa, uma cópia do contrato social também deve ser fornecida;
  • Duas folhas de cheque: no caso de leilões presenciais, algumas organizações exigem duas listas de verificação, além de outros documentos. Se o participante gastar muito dinheiro, uma das folhas será usada como depósito. O papel da outra parte é pagar a comissão do leiloeiro, que é expressa como uma porcentagem do lance total;
  • Procuração ou autorização judicial: a procuração só é exigida se quem pretende participar do leilão e eventualmente comprar um imóvel que for de terceiros que represente o titular do RG e do CPF.

Qual é o próximo leilão do Governo Federal

De acordo com os editais liberados na página na Receita federal, o próximo leilão do Governo Federal terá início no dia 26/05/2021 às 21:00, no Rio de Janeiro. O leilão possui 55 lotes de variam de R$ 900,00 a R$ 599.000,00 os lances iniciais.

Sempre que necessário, a página citada acima pode ser consultada para verificar quais são os próximos leilões e quais são os leilões em andamento, onde você já poderá dar o seu lance. Os leilões são realizados frequentemente, portanto, a lista pode ser alterada a qualquer momento. 

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *